[info PT] Importância dos contribuintes estrangeiros para a Segurança Social

Nos últimos anos, apesar dos contribuintes estrangeiros terem diminuído em Portugal, continuam a ser significativos para a economia portuguesa.

Em 2017, os contribuintes estrangeiros passaram para 236.730 contribuintes, ou seja, 5,6% do total de contribuintes da Segurança Social do país.

ODSF-Info-7-5 [info PT] Importância dos contribuintes estrangeiros para a Segurança Social

Atualmente, são 56 contribuintes estrangeiros por cada 100 residentes; quando para o total da população a relação é de 41 contribuintes por cada 100 residentes. Porém, os estrangeiros continuam a ter menos beneficiários de prestações sociais por total de contribuintes: são 36 beneficiários por cada 100 contribuintes; quando para o total dos residentes a relação é de 63/100.

Em 2017 continuaram a destacar-se primeiro a nacionalidade brasileira (24,7% do total de contribuintes estrangeiros), seguida da ucraniana (8,1%), da cabo-verdiana (7,9%) e da romena (7,1%).

Ainda em 2017, entre os nacionais de países terceiros, foram os indianos, os brasileiros e os moldavos os que apresentaram maior número de contribuintes por cada 100 residentes, o correspondente a 99, 68 e 65 contribuintes, respetivamente.

Fonte: Observatório das Migrações