[info PT] Fluxos de entrada de estrangeiros comunitários em Portugal

O aumento da proporção de cidadãos comunitários no total de residentes estrangeiros em Portugal assenta, em grande parte, no aumento do número de pessoas dessas nacionalidades que têm vindo a oficializar a sua residência neste país.

Entre 2008 e 2017 a variação relativa do volume de tais entradas foi de +85% para os cidadãos comunitários, quando as entradas de cidadãos extracomunitários diminuíram na última década em -41%.

ODSF-Info-15-1-19 [info PT] Fluxos de entrada de estrangeiros comunitários em Portugal

Em termos de nacionalidades, as que registaram afluxos mais substantivos em 2017 (face ao ano anterior) foram a italiana (+5.267), francesa (+4.662), britânica (+3.832), espanhola (+2.738) e romena (+2.421).

No polo oposto, com crescimentos das entradas estagnados ou mesmo negativos, encontramos a Eslovénia (0%), Roménia (-2%), Finlândia (-3%), Bulgária (-6%), e o Chipre (-12%).

Fonte: Observatório das Migrações