A importância da Cidadania Européia

Cada vez mais a Europa tem dificultado a entrada dos cidadãos dos países terceiros. Isto significa que estes países querem reduzir o número de imigrantes que diariamente estão chegando nos seus aeroportos.

Todo cidadão que tem direito a adquirir uma cidadania dos países da Europa, não pode deixar de fazer o seu pedido.

A cidadania pode ser adquirida por ascendência, pelo casamento e em alguns países por adoção. E este direito deve ser tratado como uma excelente alternativa para os cidadãos que vivem nos países da União Européia ou que pretendam vir a residir nestes países.

A importância da Cidadania Européia

Caso você tenha direito, não deixe de usufruir deste benefício, mas atenção: não tente ir pelo caminho mais fácil, como por exemplo, casamentos por conveniência, ou adquirir documentos falsos para comprovar parentesco, pois isto é um crime gravíssimo.

Muitos destes casos já foram descobertos e os envolvidos serão punidos por crime de falsificação de documentos.

Além disso, esta situação também tem causado uma imagem muito negativa dos brasileiros e de outros imigrantes, que ao envolverem-se nestes tipos de fraude, acabam por denegrir a seriedade das demais pessoas e processos que estão a espera.

Por isso, tente descobrir a sua história familiar, seus antepassados, para saber quais as possibilidades de adquirir a sua cidadania européia, pois quando você a adquire é comparado a um cidadão nacional se for viver no país de origem da sua família ou um cidadão europeu dentro da União Européia, caso opte por viver em outro país da sua nova nacionalidade.

(Vanessa C. Bueno)

vanessa@odireitosemfronteiras.com

[*Fonte das imagens: Pixabay]

4 Comentários


  1. Olá, Vanessa.
    O seu texto é muito conveniente, principalmente, em momentos de crise econômica, em que os imigrantes ficam em situação mais fragilizada do que o normal.
    Peço licença para partilhar no mural da Associação Mais Brasil, no Facebook.
    Rolemberg Matos (Comunicação AMB)


  2. Ola Dr Vanessa , gostaria de esclarecer uma duvida ! Eu vivo em Portugal a 10 anos ,e minha mae esta aqui comigo nesse momento ela esta aqui a 1 mes! posso legalizar minha mae atravez de meus documentos ? no caso seria a segunda residescia!! obrigado ! aguardo respostas !!


  3. Prezada Sra. Suely Cristina Pimenta.
    Agradeço V/resposta, mas ao contrário do pensas, eu estava muito bem informada e entendida!
    Pois antes mesmo de providenciar os documentos que seriam necessários dai do Brasil, eu fui há 3 Conservatórias e todas me informaram o mesmo procedimento, dos quais a senhora
    mesmo citou em sua reposta.
    Como eu não tinha (nem tenho) provas de ligações com o País, das quais citastes muito bem, ou outros documentos que eles disseram que seriam fundamental, a Carteira de Habilitação Portuguesa, Matrícula de alguma Faculdade, Sociedade em algum Club Desportivo ou Social e um emprego, e infelizmente isso eu não tenho… mas mesmo assim na teima eu fui atrás.

    Então eu levei comigo: meu esposo, os comprovantes de 6 anos com o marido do IRS, comprovantes de duas contas bancárias de cá, uma minha e outra conjunta com o esposo, (todas com mais de 5 anos e com datas atualizadas passadas pelo Banco), levei comprovante de morada (conta do gás, o apt que moramos não é arrendado,mas está só no nome do meu esposo), levei o cartão do meu plano de saúde e a declaração da empresa declarando que eu era cliente já há 6 anos, e uma declaração atualizada que que sou escrita no IEFP. E é claro os outros documentos que eu citei na minha primeira participação aqui.

    Mas pronto, apenas fui na teima, como não deu certo, quem sabe daqui há mais alguns anos se os filhos vinherem e conseguir todas as exigências necessárias para conseguir a dupla Nacionalidade Portuguesa pensarei novamente no caso…….


  4. Prezada Vanessa boas.

    Tenho uma duvida, eu aluguei uma casa EM Portugal na qual Pago 400 euros todos os meses, Tenho um seguro de Saude da Allianz na qual tem beneficios fiscais incluidos. Gostaria de saber se consigo descontar na seguranca social para estrangeiros nao residentes, e se dara o direito a cidadania Portuguese e a nacionalidade passando 5 anos.

Comentários encerrados.