[info PT] Migração de Profissionais de Saúde para Portugal continua baixa

O número de médicos e enfermeiros estrangeiros em Portugal continua baixa. Em 2016, o SNS de Portugal integrava 1.858 médicos e 554 enfermeiros de nacionalidade estrangeira, contabilizando-se 703 trabalhadores estrangeiros em outras profissões da saúde. Observou-se particularmente uma diminuição de enfermeiros de nacionalidade estrangeira (eram 1.054 em 2006, passando para cerca de metade em 2016).

ODSF-Info-21-5 [info PT] Migração de Profissionais de Saúde para Portugal continua baixa

Percentualmente, a média em 2015 dos países da OCDE – Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico era de 17% de médicos(as) formados(as) no estrangeiro no total dos seus médicos, destacando-se nesse ano a Irlanda (com 39% dos seus médicos formados no estrangeiro), seguida da Suécia, Reino Unido e Suíça (todos com 27% de médicos formados no estrangeiro).

Por sua vez, a média dos países da OCDE no mesmo ano era de 6% de enfermeiros(as) formados(as) no estrangeiro, destacando-se nesse ano a Suíça (com 19% dos seus enfermeiros formados no estrangeiro), seguida do Reino Unido (14%), Noruega (9%) e Alemanha (7%).

Fonte: Observatório das Migrações