[info PT] Residência para atividade independente em alta

Nos últimos anos Portugal viu o perfil do stock da sua população estrangeira residente mudar progressivamente: os títulos que mais cresceram desde o início da presente década foram as autorizações de residência para atividade independente (eram 174 autorizações de residência em 2011, passando para 2.528 em 2016, +6% face a 2015), as autorizações para atividade de investigação ou altamente qualificada (eram 334 AR em 2011 passando para 2.816 em 2016), as autorizações de residência para investimento (de 0 em 2011, para 4.310 em 2016, +20,5% face a 2015) e as autorizações de residência para atividade profissional subordinada (de 7.501 em 2011 passa-se para 19.065 em 2016, ainda que -14% face a 2015).

27973726_1727097110675732_8952093005417371852_n [info PT] Residência para atividade independente em alta

Fonte: Observatório das Migrações